Rua São Feliciano, 215 - Freguesia do Ó - SP 11 3976-3103 secretaria@colegioensino.com.br Trabalho Unesco      WebMail      Notas On-line

Professores criam tendência e dão dicas para fazer e usar vídeos em sala de aula

por Colégio Ensino
data 12 Dezembro, 2012
Acessos: 253

Flipped learning: a educação de ponta cabeça. Essa é a proposta de Jonathan Bergmann e Aaron Sams, professores e escritores norte-americanos que querem repensar a educação ao redor do mundo.

O método consiste na seguinte proposta: os alunos assistem aulas ou palestras gravadas como lição de casa e depois completam suas tarefas, aulas práticas e testes em sala de aula, com a presença de seus professores.

A experiência e a metodologia são explicados no livro recém lançado “Flip Your Classroom: Reach Every Student in Every Class Every Day”, ainda inédito no Brasil.

Bergmann e Sams Começaram com uma simples observação: para eles, os estudantes precisam de seus professores presentes para responder perguntas e fornecer ajuda se ficarem presos em alguma tarefa. Eles não precisam da presença dos docentes para ouvir uma aula ou revisar o conteúdo. A partir dessa premissa, os professores começaram o movimento do flipped learning. Além do livro, eles também possuem um canal no Youtube onde disponibilizam dicas sobre a metodologia e aulas.

Bergmann e Sams separam algumas regras chamadas por eles de “Regras cardinais dos vídeos”. Confira algumas das dicas e faça vídeos para usar em sala de aula, seja no método do flipped learning ou apenas como ferramenta de ensino.

Vídeos em sala de aula: 1) Mantenha-os curtos

A geração que está nas salas de aula hoje é familiarizada com o YouTube e precisam das coisas em porções menores. Colocar muitos conteúdos em uma única aula é comum no módulo presencial, mas em ambientes virtuais, seus vídeos devem ser objetivos e tratar de assuntos específicos. O mantra proposto por eles é: um tópico é igual a um vídeo. Faça-os com, no máximo, 10-15 minutos de duração.

Vídeos em sala de aula: 2) Voz

Quando você for fazer os vídeos irá usar ferramentas como o PowerPoint para passar os conteúdos. Além disso, a única coisa que você tem em mãos para prender a atenção dos alunos é a sua voz e o seu cursor. Saber usar sua voz como complementação dos conteúdos pode melhorar ainda mais a qualidade dos vídeos. Quanto mais familiaridade você tiver com as ferramentas digitais, mais relaxada e confortável sua voz será.

Vídeos em sala de aula: 3) Faça os vídeos com outros professores

O que você prefere: escutar uma única pessoa falar sobre determinada matéria ou ouvir duas pessoas conversando sobre ela de forma dinâmica? É claro que a segunda opção é muito mais interessante, ainda mais para os alunos. Identifique quais são os assuntos de maior dificuldade para os estudantes e use o diálogo com outro professor para ajudá-los a entender melhor. Vocês irão completar as ideias um do outro de maneira que a aula será ainda mais rica. Além disso, tome cuidado com termos técnicos ou com o foco da aula, para que ele sempre esteja nos alunos e fuja de conceitos explicados de forma complexa.

Fuente: Universia Brasil

Leave your comments

Post comment as a guest

0
terms and conditions.

Comments